Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki

A Brigada de Polícia Militar é o setor militar mais prestigioso devido ao seu trabalho, que permite aos cidadãos viverem com segurança dentro da Muralha Sina o que resulta em abundantes recursos . Tendo maior autoridade sobre os outros setores militares. No entanto, na realidade, é o setor militar mais corrompido devido à falta de supervisão em relação aos outros setores das forças armadas. Devido ao seu mau uso e abuso de poder, a Brigada de Polícia Militar também está em desacordo com as Tropas Estacionárias e especialmente com a Divisão de Reconhecimento. Apenas os dez melhores ex-alunos do Esquadrão de Recrutas podem se inscrever para a Brigada de Polícia Militar. No entanto, de acordo com a conversa entre Hitch Dreyse e Boris Feulner, existem outras maneiras (ilícitas) para entrar no setor, como subornos, favoritismo, etc.

Deveres[]

A Brigada de Polícia Militar é a principal força policial dentro do território humano. Não só eles mantêm a ordem, mas também servem como guarda do rei. Uma vez que eles normalmente não entram em contato com Titãs, eles devem ter permissão especial para usar equipamentos de manobras verticais e geralmente carregam armas de fogo como fuzis em seu lugar. São também responsáveis pela cobrança de impostos e pela distribuição da terra. Eles geralmente abusam dessas tarefas para explorar recursos e comida dos civis. Durante a destruição em massa causada por Eren Yeager e Annie Leonhart no Distrito de Stohess. A tarefa da Polícia Militar de proteger o Divisão de Reconhecimento é abandonada. Nile Dawke ordena que a Polícia Militar evacue todos os civis. No entanto, esses deveres foram negligenciados pelos oficiais da Brigada de Polícia Militar, como é de sua natureza. As tarefas primárias também incluem a supervisão do Esquadrão de Treinamento, o monitoramento das Tropas Estacionárias e a direção de operações de combate a incêndios.

Estrutura[]

A Brigada de Polícia Militar é uma organização com 2.000 membros, com comando direto sobre o pessoal adicional das Tropas Estacionárias. Isso eleva a sua força de trabalho para 5.000 soldados. Suas forças são divididas entre os distritos principais, com 200 oficiais designados por distrito.

Qualidades[]

A Brigada da Polícia Militar destina-se a ser uma unidade de elite feita dos soldados mais qualificados devido aos seus padrões rigorosos. A realidade, entretanto, é um sistema preguiçoso, corrupto que egoisticamente se beneficia dos poderes concedidos a ele, com esses poderes sendo abusados e aproveitados desnecessariamente. Embora eles sejam os dez melhores graduados dos esquadrões de recrutas, eles são inexperientes, pois ficam apenas na Muralha Sina e nunca se depararam com Titãs.

Os oficiais superiores foram vistos gastando todo seu tempo jogando e bebendo deixando os recrutas fazendo todo o trabalho. De acordo com Marlowe Freudenberg, eles também roubam impostos e apropriam-se de terras. Esta corrupção é bem conhecida de muitas pessoas (mesmo para os cidadãos da Muralha SIna) são egoístas e despertam cada vez hostilidade nas pessoas.

No entanto, muitos formandos ainda sonham em aderir à Brigada de Polícia Militar, porque permitirá que eles vivam dentro de Muralha Sina em segurança. Além disso, estando tão perto do centro do território humano, a maioria dos policiais têm relativamente pouca experiência lutando contra Titãs em comparação com o Divisão de Reconhecimento ou as Tropas Estacionárias. Isso, juntamente com a corrupção, a disciplina solta, o desprezo do público, o abuso de poder torna este ramo militar o mais incompetente dos três. No entanto, é revelado mais tarde que o Rei torna-se mais resistente a Polícia Militar por sua falta de diligência em lidar com a sua corrupção, falta de disciplina, roubo de impostos e má gestão das terras. Ele ordena que eles deixem a segurança da Muralha Sina e ajudem tanto a Divisão de Reconhecimento quanto as Tropas Estacionárias em procurar os outros dois traidores que colaboravam com Annie. No final, as três facções se uniram para ajudar a resgatar Eren e Ymir de Reiner Braun e Bertholdt Hoover.

Durante a batalha de Annie com Eren no Distrito de Stohess, os membros da polícia militar ficaram perdidos não sabendo lidar com a situação, devido à a falta de preparo e a preguiça geral.

Primeiro Esquadrão Intererno[]

Quote1 Sua cadeia de comando é diferente, e não temos ligação com eles ... não temos nem ideia do que eles estão pensando. Não há ninguém oficialmente responsável por eles. Não importa o que eles fazem, não há represália Quote2
— Nile Dawke, Chefe da Polícia Militar, sobre o Primeiro Esquadrão de Interior

O Primeiro Esquadrão do Interior é apresentado no encalço dos traidores que estão sendo expostos, torturando e assassinando o ministro Nick. Sua organização está envolta em mistério, e eles procuram ativamente tanto Historia Reiss e Eren Yeager para fins desconhecidos. Eles são muito mais qualificados e disciplinados do que o resto da Polícia Militar, apesar de suas habilidades principais estar em lutar contra outros seres humanos do que com Titãs. Com os shifters descobertos e expostos, este misterioso grupo parece ser o novo antagonista.

O Primeiro Esquadrão Intereno opera completamente separado do grupo principal, com sua própria estrutura de comando e deveres. Pouco se sabe sobre eles, mesmo Nile Dawke sabe pouco sobre eles. Eles estão envolvidos em inúmeras conspirações que supostamente manter a ordem dentro dos Muros, e declarou ser completamente acima da lei. Eles raramente são vistos fora do Capitólio. É revelado mais tarde haver uma divisão separada conhecida como a esquadra do controle do Anti-Pessoal que usa as armas de fogo excepcionalmente projetadas para se usar com o DMT para atacar Levi e o Divisão de Reconhecimento enquanto tentam recuperar Eren e Historia da Polícia Militar.

Controle de Pessoal[]

Uma filial do Primeiro Esquadrão Interno, o Esquadrão de Controle Anti-Pessoal, era uma esquadra feita para eliminar o Divisão de Reconhecimento. Eles foram criados dois anos antes da queda da Muralha Maria pelo guarda-costas de Reiss Kenny Ackerman. Dias depois da queda da Muralha Maria, o então rei Rod Reiss, que teve a maior parte de sua família assassinada por Grisha Yeager, foi a uma das propriedades dos Reiss para reivindicar sua filha ilegítima, Historia Reiss, sua última herdeira viva. O esquadrão então fez sua aparição, sendo enviado pelo congresso de Rod para matar História e sua mãe, Alma, amante de Rod, que achavam História uma herdeira inadequada à família Reiss. Alma foi morta por Kenny, que então tinha apontado a faca para Historia. Rod salvou-a criando uma distração; Ela teria um novo nome, renunciaria a seu direito de herdar e se juntaria ao Divisão de Reconhecimento na esperança de que ela morreria. O esquadrão concordou com isso e saiu.

Anos mais tarde, o Esquadrão de Controle Anti-Pessoal reapareceu quando Kenny seqüestrou Historia e Eren Yeager, o detentor da Coordenada, e levou-os para Rod abaixo da Capela Reiss, onde planejavam fazer Historia injectar-se com um soro Titan e comer Eren, A fim de devolver a coordenada à família Reiss. O Esquadrão de Controle Anti-Pessoal então tentou matar o esquadrão de Levi, conseguindo matar Nifa,Keiji e Goggles. Levi Ackerman conseguiu matar vários membros da equipe enfrentando Kenny, ferindo-o. O esquadrão foi então abaixo da capela de Reiss, agindo como um protetor para Rod e Historia. Eles enfrentaram o esquadrão de Levi novamente e perderam muitos membros. O esquadrão então recuou, seguindo a esquadra de Levi, que libertou Eren e Historia. Eles encontraram Kenny e Rod, vendo seus planos fracassados, transformados em um Titã. Os escombros do teto esmagaram os membros do esquadrão até a morte, enquanto o esquadrão de Levi foi salvaguardado pela capacidade de Eren de endurecer sua pele. Kenny escapou, mas mortalmente ferido, e morreu pouco depois. Com a maioria dos membros do esquadrão mortos o Esquadrão de Controle Anti-Pessoal é quase extinto.

Referências[]

Advertisement