Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki
  • Manga
  • Anime
  • Junior High/High School manga
  • Spoof on Titan manga
  • Chibi Theater anime
  • Junior High anime
  • Este é um artigo bom!Artigo Bom
Artigo
Galeria
Quote1 Oruo! Petra! Vocês se mijaram e choraram na primeira missão! Olha só como vocês cresceram! Quote2
— Eld provoca seus companheiros de equipe[1]

Eld Gin (エルド・ジン Erudo Jin?) era o segundo em comando dos soldados do Reconhecimento escolhido a dedo pelo Capitão Levi incluído no Esquadrão de Operações Especiais.

Aparência[]

Eld tinha olhos castanhos e longos cabelos loiros que tinham uma divisão ao meio e um coque dobrado na parte de trás para manter o cabelo preso. Ele também tinha uma barba pequena. Ele tinha olhos castanhos pequenos e um rosto sério. Como a maioria dos outros membros do Reconhecimento, ele usava uma capa verde com o emblema das Asas da Liberdade nas costas. Ele usava o mesmo uniforme dos outros soldados e tinha uma camisa branca por baixo.

Personalidade[]

Eld era um líder responsável e firme com um forte senso de dever. Ele não falava muito, mas quando o fazia, falava sem rodeios e de maneira direta. Ele também parecia ter sido uma espécie de veterano ao provocar Petra Rall e Oruo Bozad por terem feito xixi nas calças em sua primeira expedição, e sarcasticamente se referindo a eles como "bons soldados destemidos". Ele também parecia ter algum tipo de crença sobre o que torna um verdadeiro soldado, ao dar um sermão em Oruo que um registro de mortes por si só não é um grande soldado.[1]

Quando Eren acidentalmente se transformou, ele parecia estar mais preocupado com o raciocínio do porquê e exigiu uma resposta de Eren. Sua reação foi interessante em comparação com seus colegas; Oruo ameaçou matar Eren, Petra temia pela vida de Levi e Gunther exigiu evidências de Eren sobre sua transformação e intenções.

Junto com os outros membros do Esquadrão de Operações Especiais, ele tinha algum remorso sobre sua reação à transformação de Eren quando ele mordeu sua mão como Eren, o que simbolizava um vínculo entre eles.[3]

Enredo[]

Ilse's Notebook: Notes from a Scout Regiment Member[]

Eld participa da 49ª expedição além das Muralhas. Durante a expedição, enquanto o Reconhecimento está montando uma base, Eld é deixado no comando de Oruo Bozad e Petra Rall, e os repreende ao encontrá-los aparentemente relaxando em seus deveres.

Quando Hange Zoë foge do regimento para perseguir um Titã por conta própria, Erwin envia o esquadrão de Levi para manter Hange seguro. Eles perseguem o Titã até uma clareira onde ele é morto e, posteriormente, descobrem o cadáver sem cabeça de um soldado aparentemente guardado dentro de uma árvore.[4]

Arco da Batalha por Trost[]

Durante uma expedição ao território Titã, Eld e Gunther Schultz são os reforços reunidos por Petra para ajudar Levi e um soldado ferido.[5]

Arco da Véspera do Contra-Ataque  []

Eld and Gunther in front of the former HQ

Eld no antigo QG do Reconhecimento

Após a Batalha de Trost ocorreu um julgamento para decidir o destino de Eren, e termina com Eren se juntando ao Reconhecimento, o Esquadrão de Operações Especiais é designado para cuidar de Eren. Eld, junto com o resto do esquadrão, acompanha Eren ao antigo QG do Reconhecimento, que agora servirá como um esconderijo para Eren. Após sua chegada, Eld e Gunther notam que o QG não foi mantido adequadamente devido ao não uso. Por conta disso, Levi ordena que todos comecem a limpar. Mais tarde naquele dia, enquanto o esquadrão discute a próxima expedição, Hange chega e Eren pede a eles para explicar seus experimentos com Titãs. Gunther e o resto saem rapidamente da sala, já dolorosamente familiarizados com os longos discursos de Hange sobre Titãs.[2]

No dia seguinte, Eld, junto com o resto dos soldados, chega à cena do crime após ser notificado sobre as mortes de Sawney e Beane. [2] Depois que a investigação é feita e o culpado não é encontrado, Eld e Gunther discutem a próxima cerimônia de posse, perguntando a Eren se algum de seus colegas de classe se juntará, mas Eren não consegue responder com certeza. Eld está então presente na referida cerimônia, ouvindo o discurso de Erwin.[6]

Eld questions Eren

Eld questiona Eren

Levi encontra uma maneira de conter Eren em sua forma de Titã sem matá-lo, permitindo que Hange execute experimentos nele, que Eld e o resto do esquadrão monitoram. Eren é incapaz de se transformar por algum motivo, mas depois desencadeia sua transformação ao tentar pegar uma colher de chá. Eld e o resto de seus companheiros de esquadrão imediatamente se preparam para matar Eren, acreditando que ele os traiu, mas Levi os mantém afastados.[3] Mais tarde, Hange revela a todos o segredo por trás da transformação de Eren. Percebendo seu erro, Eld e outros mordem as mãos como forma de punição, mostrando que podem confiar um no outro.[1]

Arco da 57ª Expedição para fora das Muralhas[]

57th Expedition Beyond Walls

Esquadrão Levi no início da expedição

Um mês depois, Eld faz parte da expedição que segue para o território Titã.[6] Conforme o tempo passa, a notícia de um Titã misterioso matando os soldados chega ao Esquadrão Levi assim que Eld e outros testemunham o sinal de fumaça negra, sabendo que um Titã anormal está perto de sua posição.[7] Eventualmente, eles entram na floresta. Eren questiona isso, mas então percebe que Eld e outros também não sabem o que está acontecendo. Naquele momento, a misteriosa Titã Fêmea chega a sua localização.[7]Enquanto estão sendo perseguidos, Eld e os outros soldados do esquadrão imploram a Levi por ordens, propondo-se a derrubar o Titã enquanto ele abate os reforços por trás. Levi, no entanto, apenas atira um sinalizador sonoro para acalmá-los, lembrando-os de seu trabalho. Eren se descobre incapaz de cumprir as ordens enquanto observa mais soldados serem mortos. Suas intenções ficam claras quando ele está prestes a morder a mão.

Levi diz a ele para escolher se ele acredita em si mesmo ou na equipe.[3] Eren decide ir com o esquadrão, e quando o Titã está prestes a alcançá-los, eles chegam à localização de Erwin e outros soldados que conseguem prender a Titã Fêmea, para surpresa de Gunther e do esquadrão. Eles então se gabam para Eren, alegando que é graças ao poder do Regimento de Escoteiros que eles conseguiram capturar seu inimigo.[1]

Posteriormente, Eld e outros discutem a decisão de Erwin de não contar aos soldados sobre o plano. Eren se pergunta por que nem mesmo os soldados de elite foram informados sobre isso, irritando Oruo e Petra, mas Eld concorda com Eren, afirmando que Erwin deve ter tido um motivo. Eles percebem que, se respondessem à misteriosa pergunta de Erwin naquela época, provavelmente seriam confiáveis o suficiente para entrar na operação.[1]

Vendo um sinalizador que indica que o regimento está se retirando, o esquadrão começa a sair da floresta. No caminho para se reunir com Levi, Eld provoca Petra e Oruo por fazerem xixi nas calças na primeira expedição. Eles notam outro sinalizador e pensando que foi disparado por Levi, eles disparam o seu próprio. No entanto, um soldado misterioso mata Gunther e então se transforma na Titã Fêmea para retomar sua perseguição por Eren.[1]

Eld's corpse

Cadáver de Eld

Eren recebe ordens de fugir enquanto os membros sobreviventes do esquadrão enfrentam o Titã na batalha. O esquadrão parece ter a vantagem, com Eld lançando um ataque e uma cortina de fumaça cegando o Titã que permite que Petra e Oruo arrancem seus olhos. Eld então lança vários ataques em seus braços antes de Oruo e Petra se juntarem a ela, cortando-os e tornando-os inúteis. Enquanto Eld e Petra se movem para matar, o Titã de repente regenera um único olho e morde Eld ao meio, também cortando seu braço. A metade superior de Eld é jogada no chão quando a Titã Feminina enfrenta Petra e Oruo, matando os dois enquanto Eren olha horrorizado.[8]

Legado[]

Arco do Governo Real  []

Ao falar com Historia Reiss sob a Capela Subterrânea, Eren menciona Eld como estando entre as vítimas que ele e Grisha Jaeger são responsáveis por matar ao roubar o poder do Titã Fundador.[9]

Arco do Retorno a Shiganshina[]

Durante a Batalha de Shiganshina, quando Erwin Smith começou a lamentar as esperanças cada vez menores de seu sonho, Eld está entre os muitos colegas do Reconhecimento caídos na mente de Erwin, querendo saber se suas mortes tiveram um significado.[10]


Habilidades[]

Eld in combat

Eld em combate

Eld era um soldado muito forte que tinha um recorde de mortes muito alto de 46 mortes de Titãs (das quais 32 foram com uma equipe e 14 foram individuais).[2] Ele também parecia ter sido muito habilidoso com o DMT , usando falsificações com os fios de aço para impulsionar-se para trás durante um ataque em combinação com o uso da engrenagem DMT para ajudá-lo a frear e, simultaneamente, usar a exaustão de gás como um cortina de fumaça para cegar um Titã e apoiar o ataque de seus companheiros.[8] Ele era muito habilidoso ao usar suas lâminas para derrubar os braços da Titã Fêmea, como mostrado por ele usando uma variedade de ataques diferentes.

Assassinatos[]

Tentativas[]

Referências[]

Navegação[]

Advertisement