Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki

O Esquadrão de Operações Especiais (特別作戦班 Tokubetsu Sakusen-han?), conhecido como Esquadrão Levi (リヴァイ班 Rivai-han?)), é um esquadrão de elite da Divisão de Reconhecimento escolhido a dedo pelo Capitão Levi.[1]

O Esquadrão de Operações Especiais consistia em alguns dos soldados de elite da Divisão de Reconhecimento, com um registro total de mortes superior a 200,[1] e eram capazes de matar quase qualquer Titã em seu caminho. Devido ao seu forte vínculo, eles foram capazes de sincronizar uns com os outros para coordenar seus ataques sem comunicação direta ou verbal.[2] Durante a 57ª Expedição, sua missão era proteger Eren Jaeger dos Titãs, e seu objetivo secreto era atrair a Titã Fêmea para uma armadilha. A missão falhou e todos os membros do Esquadrão de Operações Especiais, exceto Eren e Levi, foram mortos.

Após os eventos da suposta violação da Muralha Rose e o massacre durante o resgate de Eren, Levi forma este esquadrão novamente com seus membros sendo os soldados restantes do Top 10 do 104º Esquadrão de Cadetes e Armin Arlert para cuidar de Eren e Historia Reiss.[3]

Enredo[]

Arco da Véspera do Contra-Ataque[]

Os membros individuais do Esquadrão de Operações Especiais são escolhidos a dedo pelo próprio Levi Ackerman, por sua capacidade de agir rapidamente e tomar decisões difíceis. Após a indução de Eren Jaeger aos soldados, ele é colocado no Esquadrão de Operações Especiais para ser controlado e protegido por seus companheiros de esquadrão. O esquadrão segue para uma antiga base de reconhecimento, onde ficam para se preparar para a próxima expedição.[1]

Arco da 57ª Expedição além das muralhas[]

Eren partially transforms

O esquadrão entra em pânico com a transformação inesperada de Eren

O esquadrão cuida de Eren Jaeger durante seus experimentos de transformação de Titã nos dias que antecederam a 57ª Expedição além das muralhas. Em uma ocasião, Eren se transforma parcialmente em um Titã enquanto se senta para tomar um chá. O esquadrão reage violentamente ameaçando Eren e dizendo-lhe para provar que não é inimigo da humanidade, enquanto Levi tenta acalmá-los. Depois de ficar claro que Eren não tinha más intenções, os membros de seu esquadrão se desculpam mordendo as mãos.[4]

Na própria expedição, o Esquadrão de Operações Especiais é designado para a posição mais segura na Formação de Reconhecimento de Longo Alcance, localizada no centro da retaguarda. Seu dever é principalmente proteger Eren e, portanto, eles não planejam se envolver no resto da operação. Quando fica claro que a formação foi comprometida, o Esquadrão de Operações Especiais cavalga para a vizinha Floresta de Árvores Gigantes com o resto da coluna central.[5] A Titã Fêmea surge e persegue o esquadrão, mas Levi se recusa a dar a ordem de combate. Quando Eren considera desobedecer a essa ordem, Levi diz a ele para tomar qualquer decisão da qual se arrependerá menos, convencendo Eren a ter fé em seus companheiros, e continuar avançando. Depois que a Titã Fêmea é capturada, Levi se separa para cuidar de sua própria tarefa, e os outros membros do esquadrão ficam de prontidão nas árvores.[4]


Special Operations Squad and Eren

Esquadrão Levi discutindo seu plano

Depois de verem o sinal de fumaça para retornar, eles acreditam erroneamente que a missão foi bem-sucedida e fazem planos para partir. Durante sua partida, eles pensam que viram Levi voltando para eles, mas acaba sendo um assaltante inesperado. Gunther Schultz é morto por Annie Leonhart disfarçada, que então se transforma.[6] Os membros restantes instruem Eren a escapar e enfrentar o Titã. Apesar de um ataque coordenado impressionante, a Titã Fêmea vira o jogo e prossegue para matar os membros restantes da equipe original de Levi, Petra Rall, Oruo Bozad, e Eld Gin. Eren se transforma para matar a Titã Fêmea em vingança, mas é derrotado, e precisa ser resgatado por Levi e Mikasa Ackerman.[7]

Arco do Governo Real[]

Algum tempo após a invasão da Muralha Rose, o Capitão Levi seleciona vários membros da Divisão de Reconhecimento para preencher o novo Esquadrão Levi. Sua primeira missão como um esquadrão envolve se esconder em uma cabana remota e proteger Eren Jaeger e Historia Reiss para que Eren pudesse praticar com seu Titã sem ser notado.[8]

The Scouts after abandoning their cabin

O Esquadrão Levi abandona a cabana

No entanto, o esquadrão fica sabendo do congelamento da atividade dos soldados e evacua a cabine antes da chegada da Polícia Militar. Sabendo que Eren e Historia são alvos, o esquadrão segue para o Distrito de Trost para escapar de seus perseguidores. Jean Kirschtein está disfarçado de Eren e Armin Arlert de Historia. Os dois como iscas são sequestrados em seu lugar, permitindo que o esquadrão rastreie os sequestradores. Os membros restantes do esquadrão seguem os sequestradores em um esconderijo e os incapacitam quando seu líder chega.[8]

Em outro lugar, três membros do Quarto Esquadrão são atacados e mortos por Kenny Ackerman e seus soldados enquanto guardavam os verdadeiros Eren e Historia. Levi mal consegue escapar e retornar ao seu esquadrão, tendo que matar alguns dos PMs ao longo do caminho. Ele então ordena que seu esquadrão assuma o controle da carruagem em que Eren e Historia estão. Depois que Armin assume a carruagem, Jean é mantido sob a mira de uma arma por um soldado da Polícia Militar, que é baleado por Armin antes que ela pudesse matar Jean. Eles são forçados a abandonar o vagão logo em seguida, pois quase são emboscados por mais membros da Polícia Militar que usam o dispositivo de manobras tridimensional antipessoal. Enquanto seus oponentes fogem com Eren e Historia, Mikasa Ackerman tenta segui-los, mas é contida por Levi.[9]

Squad Levi camps in the woods

O Esquadrão Levi acampa na floresta

Incertezos da localização de Eren e Historia e agora, também fugitivos da lei, o esquadrão Levi acampa na floresta fora do Distrito de Stohess.[10] O esquadrão planeja se infiltrar na brigada, para obter instruções para um posto de controle da Polícia Militar, na esperança de encontrar os prisioneiros. Eles capturam Hitch Dreyse e Marlo Freudenberg, embora se mostrem cooperativos, e se oferecem para mostrar a eles o caminho para o posto de controle.[11]

Hitch e Marlo conduzem o Esquadrão Levi até o posto de controle menos tripulado, que o esquadrão então carrega com o uso de cavalos e uma carroça. Eles conseguem passar e Levi captura um membro da Polícia do Interior. Levi interroga o homem noite adentro, embora ele negue ter qualquer conhecimento sobre a localização de Eren e Historia. Sasha Braus ouve alguém se aproximando e o esquadrão rapidamente se protege.[12] Acontece que é Hange Zoë, que traz a notícia de que as acusações sobre os soldados foram levantadas, então revela que eles também foram capazes de deduzir a localização de Eren e Historia; uma capela da aldeia que Rod Reiss reconstruiu depois de um suposto roubo ter ocorrido lá.[13]

Squad Levi storm the Underground Chapel

O Esquadrão Levi invade a Capela Subterrânea

O esquadrão Levi chega na capela e encontra uma porta secreta que leva ao subsolo. Levi e os outros se preparam para enfrentar o Esquadrão de Controle Antipessoal, que os espera abaixo.[13] O grupo envia barris de pólvora e sacos de óleo escada abaixo, incendiando-os e enchendo a câmara subterrânea de fumaça, reduzindo a visibilidade e a utilidade das armas de fogo. A maior parte do esquadrão agrava o problema com sinais luminosos enquanto Levi e Mikasa exploram seus inimigos. Levi chama seu time para derrubá-los e a equipe entra em ação.

O esquadrão domina a luta seguinte e consegue forçar o inimigo a voltar à sua última linha de defesa.[14] Armin, ao lado de Moblit Berner, são deixados com Hange após serem feridos por Caven. Enquanto isso, Levi e companhia seguem em direção à rede lançada pela polícia do interior em sua retirada, embora sua atenção seja atraída pela luz de uma transformação de Titã. O esquadrão se aventura rapidamente nas profundezas da caverna enquanto ela desmorona ao redor deles.[15]

Squad Levi works to free Eren

Esquadrão Levi se esforça para libertar Eren

Eventualmente, eles localizam Historia e Eren, no topo de um pedestal. O esquadrão liberta Eren de suas correntes, mas não encontra maneira de escapar. Depois de ser dito para fazer uma escolha por Levi, Eren decide se transformar em um Titã, e sela a caverna em colapso usando seu poder de endurecimento recém-adquirido. Sasha e Conny Springer localizam uma saída da caverna e o esquadrão se encontra com o resto de seus soldados enquanto persegue o gigantesco Titã de Rod.[15]

O Titã Anormal rasteja em direção ao Distrito de Orvud, onde o exército preparam sua estratégia. Levi informa a Historia sobre o plano de instalá-la como Rainha em um futuro próximo. Conny e Jean protestam contra isso, não querendo que ela seja forçada a outro papel logo depois de se libertar de seu pai, mas Historia concorda. Quando Historia comparece à reunião, ela chega preparada para o combate e toma seu lugar entre o resto do Esquadrão Levi.[15]

The Levi Squad are on Orvud District's Wall

Esquadrão Levi no topo da Muralha do Distrito de Orvud

Como a ameaça do Titã se torna iminente, o Esquadrão de Operações Especiais montou uma rede de barris explosivos para usar contra o gigantesco Titã. Depois que o Titã chega ao alcance, Armin e Sasha usam o dispositivo DMT para enrolar carrinhos cheios de explosivos nas mãos do Titã e Eren empurra a rede em sua boca aberta, onde o calor do Titã é suficiente para causar a combustão espontânea dos explosivos. O Titã explode em vários pedaços e o esquadrão voa para cortar o pedaço que contém a nuca. Historia acerta o golpe mortal ela mesma.[16]

Arco do Retorno a Shiganshina[]

Durante a operação no Distrito de Shiganshina, o esquadrão Levi se divide quando Armin Arlert relata a Erwin Smith sobre encontrar três xícaras, avisando-o sobre Reiner Braun, Bertholdt Hoover e uma terceira pessoa. Armin é colocado no comando de uma equipe para procurar inimigos ao redor do portão interno. Enquanto isso, o resto do time é obrigado a esperar em espera no topo da Muralha. Depois que Reiner é localizado e ferido por Levi, ele se transforma no Titã Blindado.[17]

O Comandante Erwin ordena que o esquadrão Levi e o esquadrão Hange derrotem o Titã Blindado, no entanto, o próprio Levi é instruído a ajudar a proteger os cavalos. Armin volta ao esquadrão Levi como seu líder interino. Erwin dá ordens para usar Eren Jaeger como isca para atrair Reiner para longe dos cavalos. Este plano é executado com sucesso, fazendo com que os dois Titãs se enfrentem.[18]

Squad Levi ambush the Armored Titan

Esquadrão Levi e Hange emboscam o Titã Blindado

Em um impasse durante a luta, os esquadrões Hange e Levi usam a oportunidade para cercar Reiner e usar as Lanças do Trovão para cegar, estilhaçar e então derrotar o Titã Blindado.[18] O esquadrão chora por Reiner, lamentando a falta de oportunidade para quaisquer negociações. Quando Bertholdt é jogado por cima da Muralha, os dois esquadrões recuam da área. Porém, ele não causa a explosão esperada e Armin aproveita para negociar com ele. Quando a negociação falha, Bertholdt usa seu equipamento DMT para se lançar ao céu e se transformar. A energia cria uma explosão devastadora que rasga Shiganshina.[19]

O esquadrão se protege antes de se reagrupar. Enquanto eles observam o Titã Colossal espalhar destroços em chamas por Shiganshina, Armin hesitantemente dá uma ordem para lutar uma guerra de desgaste contra o Titã Colossal. No entanto, Jean Kirschtein aponta as falhas desse plano. Isso faz com que Armin peça a ele para assumir o comando. A equipe então se move temporariamente para o rio.[20]

Jean, Sasha, and Conny try distracting Bertholdt

O esquadrão Levi distrai o Titã Colossal

Jean faz Eren gritar para chamar a atenção de Bertholdt, no entanto, ele é ignorado e Bertholdt continua em direção à Muralha. Eren, sob a ordem de Jean, então tenta empurrar o Titã Colossal, mas falha, pois Bertholdt o chuta para o topo da Muralha, incapacitando-o. O resto do esquadrão tenta lutar contra Bertholdt usando uma tática diversiva, no entanto, ele vê através deste plano e repele o esquadrão e as Lanças de Trovão de Mikasa Ackerman usando o vapor. De repente, para choque do esquadrão, o Titã Blindado emerge, pronto para voltar à luta.[20]

Armin percebe que o Titã Colossal está mais magro, e traça um plano para ele e Eren derrubá-lo. Ele pede ao resto do esquadrão que retire Reiner, antes de subir a Muralha para acordar Eren.[21]

Eren finally takes out the Colossal Titan

Eren derrota o Titã Colossal

Enquanto Eren e Armin se preparam para a revanche, o resto do time enfrenta Reiner. Mikasa aleijou sua perna, imobilizando-o no lugar. Jean apresenta um plano e usa a si mesmo como isca para que Sasha Braus e Conny Springer possam mergulhar e explodir as dobradiças da mandíbula de Reiner. No entanto, Reiner atinge um telhado próximo e os destroços atingem Sasha e Jean, fazendo a Lança do Trovão de Sasha errar o alvo. No entanto, Hange retorna a tempo e atinge a mandíbula de Reiner no lugar de Sasha, dando a Mikasa a oportunidade de explodir Reiner para fora de sua nuca de Titã. Armin e Eren derrotam Bertholdt com sucesso, embora Armin esteja queimado e irreconhecível.[21]

Levi também retorna de seu lado da Muralha, tendo perseguido o Titã Bestial ao longo do caminho. O resto do time descansa enquanto Reiner é interrogado por Hange. Eles discutem se devem matar Reiner ou roubar o poder dos Titãs dele. Hange não tem certeza de que todos os critérios foram cumpridos para usar a injeção de Titã, mas Jean os convence de que eles ainda precisam de respostas para enfrentar seus inimigos e que vale a pena tentar roubar seu poder em vez de matá-lo imediatamente. Mikasa é enviada para investigar a situação e localizar Levi, enquanto os outros esperam. Se ela não conseguir receber a injeção de Levi, ela deve sinalizar para Hange matar Reiner.[22]

Armin obtains the Colossal Titan's power

O Esquadrão Levi segura Armin totalmente recuperado

Depois de encontrar Eren, Bertholdt inconsciente, e Armin mortalmente ferido, Mikasa dispara o sinalizador, já que Armin cumpre todas as condições para receber uma injeção. No entanto, antes que Hange possa matá-lo, o Titã Quadrúpede ataca eles. Jean ataca Hange para fora do caminho e o TItã Quadrúpede foge com Reiner em sua boca. O Esquadrão de Operações Especiais se reúne em meio a um confronto violento entre Eren e Mikasa contra Levi, por causa da injeção de Titã. Levi planeja injetar Erwin e fazê-lo comer Bertholdt, e ordena que o esquadrão limpe a área para fazer isso. No entanto, Levi muda de ideia e injeta Armin em seu lugar. Eren, Mikasa, Jean e Conny ajudam Armin a sair de seu Titã.

Referências[]

Navegação[]

Advertisement