Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki
Eren protects Armin and Mikasa-60px Este artigo está incompleto.
Sinta-se à vontade para editar este artigo e adicionar informações ausentes e completá-las.
Eren failing Este artigo não segue os padrões de qualidade da Attack on Titan Wiki.
Sinta-se à vontade para editar este artigo e torná-lo conforme às normas e convenções da wiki.
Quote1 Há cerca de cem anos, o shogun de Hizuru era um aliado do Império Eldiano. Nós, da família Azumabito, traçamos nossa linhagem até seu filho, que estava em boas condições com a família real Fritz e visitou aqui. Quote2
— Kiyomi Azumabito relata a história recente de Hizuru

"Hizuru" (ヒィズル Hizuru?) é uma nação que ocupa uma parte da Ásia (東洋 Tōyō?, lit. "Mar do Leste") e é a única nação no mundo que tolera Eldianos. Estando em más condições desde a Grande Guerra dos Titãs, Hizuru se aliou à Ilha Paradis após ouvir falar de um descendente perdido do clã Shogun e das reservas de Pedra Explosiva de Gelo na ilha, na esperança de que eles restaurariam a nação à sua antiga glória.

História[]

Há mais de cem anos, Hizuru era aliado do Império Eldiano. Um filho do clã Shogun (que mais tarde se tornaria a família Azumabito) tinha um relacionamento próximo com a família Fritz. Quando o rei Karl Fritz mudou a capital de Eldia para a Ilha Paradis, esse filho foi convidado a ficar. Entretanto, após a Grande Guerra dos Titãs e o colapso do Império Eldiano, a reputação de Hizuru foi manchada e tem estado em más condições desde então. O filho que ficou na ilha mais tarde começou o clã asiático dentro das Muralhas.

Enredo[]

Arco de Marley[]

No início da Guerra de Marley contra as Forças Aliadas do Oriente Médio, Kiyomi Azumabito é convidada por Zeke Yeager a unir forças com os residentes de Paradis. Após algumas discussões, Zeke consegue convencer Kiyomi de que a nação seria muito beneficiada pela presença da pedra explosiva de gelo na ilha e eles concordam formalmente em unir forças. Hizuru começa então a ajudar Paradis a se preparar para um ataque à Marley em algum momento no futuro.

Em 852, Kiyomi visita a Ilha Paradis como embaixadora de Hizuru. Ela conhece Mikasa Ackerman, a descendente do clã Shogun, este que um dia deteve o poder em Hizuru. Em uma reunião, Kiyomi explica um método pelo qual Hizuru ajudaria a ilha Paradis a modernizar sua infra-estrutura, embora ela, inadvertidamente, deixe claro que Hizuru está aliado principalmente para o incentivo financeiro.

Em 853, Hizuru se recusa a ajudar o comércio da Ilha Paradis com outras nações porque querem manter todos os seus recursos para si mesmos.

Após o fim da guerra, Willy Tybur convida os líderes de outros países a se juntarem a ele para um festival em Liberio onde ele anunciaria sua solução para o problema dos Titãs. Hizuru envia Kiyomi e vários outros para participar do evento. Em uma reunião na véspera do festival, ela expressa simpatia com os Súditos de Ymir, encobrindo um cadete guerreiro derramando vinho sobre seu quimono. Kiyomi então parte, deixando os cadetes com admiração por sua benevolência.

Arco da Guerra por Paradis[]

Após a invasão em Liberio, Kiyomi visita Paradis com uma unidade de observação para testemunhar os rumores dos Titãs e informa a Darius Zackly que os líderes de Hizuru não têm nada além de elogios pela bravura demonstrada pela nação de Eldia. Zackly agradece a eles enquanto afirma que sua vitória não seria possível se não fosse pela forte confiança que suas nações têm umas nas outras.

Curiosidades[]

  • O nome "Hizuru" (ヒィズル Hizuru?) é foneticamente similar a "Hizuru-kuni" (日出ずる国 Hizuru-kuni?), um nome para o Japão que se traduz como "Terra do Sol Nascente", referindo-se à localização da nação no extremo leste do mundo conhecido na antiguidade. No contexto de Attack on Titan, isto se torna irônico, pois diz-se que o sol nasce no oeste nesta realidade.

Referências[]

Advertisement