Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki
Quote1 O Rei de Eldia construiu três muralhas na terra de Paradis e fugiu para lá com grande parte do seu povo. Quote2
— Pai de Grisha ensinando a seu filho a história de Eldia[1]

A Ilha Paradis (パラディ島 Paradi-tō?) é uma grande ilha na qual as Muralhas Maria, Rose e Sina estão localizadas. Ela é localizada perto da costa de Marley. Marley costumava usar a ilha como uma zona de confinamento para seus criminosos Eldianos, transformando-os em Titãs Puros em forma de punição, contexto no qual o lugar era comumente chamado de "paraíso" (楽園 Rakuen).[1]

História[]

Ao final da história do Império Eldiano, o Rei escolheu abandonar o conflito entre as famílias Eldianas subordinadas com relação aos Nove Titãs nos territórios continentais e moveu a capital de Eldia para a Ilha Paradis, uma ilha até então remota. Na ausência do Rei, a Grande Guerra dos Titãs, as oito grande famílias Eldianas se envolveram em um ciclo sem fim de conspirações e traições, quebrando o Império Eldiano e permitindo que os oprimidos Marleyanos se erguessem. Com Marley conquistando mais e mais do território de Eldia, o Rei acabou por mover os membros da família real e o máximo possível de Eldianos para a Ilha Paradis e lá ergueu, em 743, três Muralhas compostas por incontáveis Titãs Colossais para cercar sua última e incontestada porção de território. Algum tempo após a criação das Muralhas, o novo governo de Marley construiu um muro fronteiriço de 30 metros ao longo da costa sul da ilha para evitar que os Titãs escapassem para o mar.[citação necessária] Marley também passou a usar a ilha como parte do tratamento com criminosos Eldianos, enviando-os para lá e transformando-os em Titãs para vagar por toda a eternidade pelo território fora das Muralhas.[1]

Geografia e Clima[]

Walls

As Muralhas da Ilha Paradis

Paradis detailed map anime

Um mapa geográfico do centro da Ilha Paradis

A Ilha Paradis aparenta ter um clima temperado, sendo que as regiões do norte do território são especialmente frias, e raramente ultrapassa os 30 °C nos dias mais quentes de verão.[3] No entanto, o frio das regiões do norte da ilha é atenuado pela presença ocasional de fontes termais.[4]

As Muralhas erguidas pelo Primeiro Rei foram construídas no centro da Ilha de Paradis, com a região central do assentamento situado em uma elevação mais alta do que os territórios mais externos. Algumas regiões do território abrigam as chamadas Florestas das Árvores Gigantes, onde as árvores atingem até 80 metros de altura, o que possivelmente se deve aos componentes únicos do solo.[5] A Ilha Paradis também é rica em vários minerais e recursos naturais, o que tornou o território um alvo valioso para o povo de Marley, mais de oitenta anos após o fim da Grande Guerra dos Titãs.[1]

Demografia[]

A Ilha Paradis é o lar dos refugiados Eldianos da Grande Guerra dos Titãs. A maioria desses Eldianos são súditos de Ymir, embora aqueles que não o são vivam como nobres, com exceção dos Ackerman.[6] Há também um pequeno grupo de orientais que vivem na ilha.[6][7]

As linhagens de descendência Ackerman e oriental se encontram atualmente ameaçadas em Paradis devido ao fato de, por não serem súditos de Ymir, serem imunes ao controle do Titã Fundador. Em resposta a isso, para garantir a paz da qual os dois clãs discordavam, a Coroa os exterminou.[6] Os únicos dois sobreviventes restantes são Levi Ackerman e Mikasa Ackerman, sendo esta última também a última oriental na ilha (embora apenas parcialmente).

População[]

Diz-se que 10.000 pessoas perderam suas vidas para os Titãs durante a queda da Muralha Maria. Dois anos depois, aproximadamente 250.000 pessoas participaram da operação para retomar a Muralha Maria, sendo que menos de 200 deles sobreviveram à missão. O número de pessoas que participaram da operação teria sido equivalente a 20% da população humana que sobreviveu à queda.[2] Com esta informação, pode-se afirmar que a população total da humanidade dentro das Muralhas era de aproximadamente 1.260.000 pessoas antes da queda, 1.250.000 imediatamente após o evento e pouco menos de 1.000.200 após a operação para recuperar a Muralha Maria.

Além disso, com base nas dimensões conhecidas das Muralhas, pode-se calcular que a área do território humano é de aproximadamente 723.822 km² dentro da Muralha Maria e aproximadamente 453.646 km² dentro da Muralha Rose. Com base nesses cálculos, pode-se dizer que a densidade populacional média da humanidade dentro das Muralhas era de aproximadamente 1,7 pessoas por quilômetro quadrado antes da queda da Muralha Maria e aproximadamente 2,2 pessoas por quilômetro quadrado após a operação de retomada da Muralha Maria. No entanto, o cálculo não leva em consideração qualquer densidade populacional existente em cada distrito e cidade dentro das Muralhas individualmente.

Curiosidades[]

  • O nome "Paradis" é de origem francesa; seu significado é "paraíso".

Referências[]

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 Attack on Titan anime: Episódio 57
  2. 2,0 2,1 2,2 Attack on Titan anime: Episódio 2
  3. Bessatsu Magazine, edição de Novembro de 2013
  4. Bessatsu Magazine, edição de Setembro de 2013
  5. Attack on Titan anime: Episódio 18
  6. 6,0 6,1 6,2 Attack on Titan anime: Episódio 43
  7. Attack on Titan anime: Episódio 6

Navegação[]

Advertisement