Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki
  • Manga
  • Anime
  • Lost Girls manga
  • Junior High/High School manga
  • Spoof on Titan manga
  • Chibi Theater anime
  • Junior High anime
  • Live-action movies
Quote1.png Esse é um mundo cruel... mas ainda assim, é um belo mundo Quote2.png
— Visão pessoal de Mikasa sobre o mundo.


Mikasa Ackerman (ミ カ サ ・ ア ッ カ ー マ ン Mikasa Akkāman?) é a irmã adotiva de Eren Yeager e um dos dois deuteragonistas da série, junto com Armin Arlert.

Depois que seus pais biológicos foram assassinados por traficantes de humanos, Mikasa foi resgatada por Eren Yeager e morou com ele e seus pais, Grisha e Carla, antes da queda da Muralha Maria. Ela é a última descendente do clã Shogun que ficou na Ilha Paradis, portanto relacionada com a família Azumabito, e detém um poder político significativo em Hizuru.

Embora deseje apenas viver uma vida pacífica, Mikasa entrou para o serviço militar onde é considerada a melhor soldado entre o 104º Esquadrão de Recrutas. Mais tarde, ela se alista a Divisão de Reconhecimento para seguir e proteger Eren. Ela está atualmente servindo como oficial (上官 Jōkan?).

Características[]

Personalidade[]

Visivelmente, Mikasa torna-se consideravelmente mais retraída depois do assassinato de seus pais; contudo, ela ainda ama e importa-se profundamente com seus amigos, como Eren e Armin, vendo-os como remanescentes de uma família que ela não pode perder. Mikasa tem um forte senso de certo e errado, mas irá sempre seguir Eren e suas decisões. Quando ele uma vez disse que o cabelo dela era muito longo, ela imediatamente o cortou, até mesmo Jean comentou que estava bonito. No entanto, apesar de toda sua lealdade cega, Mikasa é também muito equilibrada. Até mesmo quando acreditava-se que Eren estava morto, ela concentrou-se em manter todo mundo vivo e não entregar-se ao fracasso como muitos dos companheiros fizeram. Se Eren estiver em perigo, Mikasa irá parar do nada para mantê-lo seguro, ao ponto de estar disposta a matar soldados que tentam executar Eren implacavelmente atacando a Titã Fêmea quando ela capturou Eren.

História[]

Mikasa e sua mãe são as últimas do clã oriental (asiático). Antes da morte de seus pais, ela vivia pacificamente com eles nas fazendas da Muralha Maria. Mikasa passou por um ritual de cicatrizes dolorosas de sua mãe, que cortou em sua pele a marca de seu clã nela. Sendo a última de sua raça acabaram virando alvos de grande valor para traficantes de humanos, que mataram os pais de Mikasa quando ela tinha apenas 9 anos de idade. Ela é resgatada por Eren, que engana e mata dois dos traficantes de escravos. Ele foi então surpreendido pelo terceiro traficante e esteve prestes a ser estrangulado.

Desesperadamente, Eren tenta convencer Mikasa a lutar para vencê-lo. Embora inicialmente ela estava assustada, ela concluiu que "este mundo é um lugar impiedoso e cruel" e matou o sequestrador que tentava matar Eren. Este fato despertou os instintos de luta e perfeito auto-controle que iria mais tarde transformá-la em uma soldado formidável. Ela viveu com a família de Eren no Distrito de Shiganshina na Muralha de Maria até o começo da história.

Enredo[]

Arco da Batalha de Trost[]

Mikasa, em sua formatura é classificada em primeiro lugar. Antes de ter a chance de ter sua inscrição completa na Tropa de Exploração, para poder manter Eren a salvo, o Titã Colossal quebra a Muralha de Rose do mesmo jeito que fez com a Muralha de Maria. Para sua revolta, Mikasa é designada para a guarda traseira com Annie para ajudar na defesa contra os Titãs enquanto os civis escapavam em segurança para a Muralha de Shina. Mikasa, antes de cumprir seu dever, promete a Eren que não faria qualquer coisa imprudente.

Mais tarde, como um Titã aproxima-se dos civis que escapavam, Mikasa o mata, salvando a todos. Ela então entende o porque dos civis estão levando tanto tempo para escapar: uma carroça esta bloqueando a passagem. Mikasa pede ao comerciante para retirar a carga pois assim as pessoas escapariam, mas quando ele se recusa, Mikasa ameaça-o , o que assusta o comerciante. Ao ver uma mãe e sua filha agradecendo-a, Mikasa por um momento volta ao tempo em que ela perdeu os próprios pais e percebe que Eren é a única família que ela tem.

Portanto, com a evacuação completa dos cidadãos do Distrito de Trost, ela dirige-se para a guarda dianteira para socorrer seus companheiros. Contudo, os únicos recrutas sobreviventes estão com pouco gás, deixando-os incapazes de escalar a Muralha enquanto o time de abastecimento dentro do quartel-general defendia-se em uma barricada contra a investida violenta de muitos Titãs. Depois de ouvir sobre a suposta morte de Eren, Mikasa calmamente reagrupa os sobreviventes para passar pelos Titãs para adentrar o quartel-general.

Apesar disso, devido ao seu pensamento irracional por ouvir sobre a suposta morte de Eren, ela não nota que esta ficando sem gás. Com dois Titãs próximos a ela, ela pensa em desistir e começa á lembrar de seu tempo com Eren, quando de repente, ela se lembra de Eren gritando para ela lutar, o que da a ela motivação. Quando Mikasa preparou-se para matar o Titã que a alcançava, outro Titã surge e mata o outro Titã.

Este Titã, que ignora Mikasa da a Armin tempo suficiente para resgatar Mikasa e os dois dirigem-se para o posto de reabastecimento. Como eles assistem o Titã predador continuar matando outros Titãs, eles formulam um plano para atraí-lo para o QG e aliviar o cerco por lá. Quando ele (sem intenção) ajuda, os recrutas conseguem reabastecer seus tanques de gás com sucesso e tem acesso livre a Muralha. Apesar disso, como eles veem o Titã predador livrar-se dos últimos Titãs que o cercam, Eren aparece saindo de sua espinha dorsal. Tomada pelo alívio de saber que Eren esta vivo, Mikasa rapidamente resgata e abraça-o e juntos, todos vão para a Muralha.

Contudo, o comandante deles teme que Eren seja um Titã e tenta executar Mikasa e Armin junto com ele. Depois de um momento de tensão, eles são salvos quando o Comandante Dot Pixis, administrador chefe da região sul, intervem. Eles são enviados em uma missão para bloquear a abertura na Muralha com uma rocha que apenas Eren em sua forma Titã pode levantar.

Quando a missão tem início e Eren muda para sua forma Titã, ele ataca Mikasa e eventualmente coloca-se fora da missão. O time de elite designado para defender Eren enquanto ele carrega a rocha briga descute entre si o que fazer depois. Mikasa estava prestes á atacá-los até que o líder do time ordena a todos para continuar protegendo Eren até ele se recuperar.

Eren eventualmente desperta de seu transe e com sucesso desce a rocha. Contudo, ele é posto perante um tribunal para decidir seu futuro. Apesar dos melhores esforços de Mikasa para defendê-lo, ela é forçada á testemunhar contra Eren e suas ações imprudentes assustaram muitas pessoas na sala de julgamento.

Arco da Titã Fêmea[]

Algum tempo depois, Mikasa e os outros tiveram seus Despositivo de Movimento Tridimensional inspecionado, para encontrar o DMT usado para matar os dois Titãs capturados. Mais tarde, o Comandante Irvin Smith chega para recrutar novos membros para a Tropa de Exploração, que esta organizando uma expedição dentro de alguns meses. Muitos saíram exceto por Mikasa, Reiner, Armin, Sasha, Christa, Conny Jean, Bertholdt e mais alguns.

Pouco depois de sair para a Muralha de Maria, a Titã Fêmea surgiu e devido ao seu conhecimento sobre formação militar, ela foi capaz de derrotar a Tropa de Exploração. Depois de sequestrar Eren, Mikasa fez dupla com Levi e atacaram a Titã impiedosamente até que conseguiram Eren de volta. Após a falha da Tropa de Exploração, Armin convenceu Annie a ajudá-los até que reunissem provas para o Rei de que as Muralhas deveriam ser melhor protegidas. Durante este tempo, Mikasa notou a falta de diligência e honra na Polícia Militar. Ela preparou-se para a batalha quando ficou cheia dos jogos e desculpas de Annie. Ela tirou seu disfarce e preparou seu DMT para lutar com ela. Mikasa diz que ela é a Titã Fêmea que os atacou antes.

Mikasa aprendeu que Eren em sua forma Titã não é poderoso o suficiente para derrotar Annie sozinho. Sendo a soldado mais habilidosa e poderosa, ela decide trazer a luta para ela. Apesar de ter sido obrigada a se manter afastada do Tenente Hange, ela consegue fazê-lo quando Annie tentou escalar a Muralha de Sina para fugir para as terras planas. Ela corta os dedos dela e a empurra ao chão. Annie, portanto, é capturada, mas revestiu-se em um cristal para evitar interrogatório. No entanto, isto estava longe de acabar quando Mikasa notou um Titã escondido atrás da Muralha, similar ao Titã Colossal.

Comos ambas a Tropa de Exploração e a Polícia Militar levam a enclausurada Annie para o subsolo para prendê-la, Mikasa percebe que o Titã escondido dentro da Muralha de Shina esta respirando, mas esta muito fraco para mover-se devido a um pouco de luz do sol. Mikasa permance ao lado de Eren enquanto Armin e Jean descem para uma reunião envolvendo o Comandante Smith e a Polícia Militar.

Arco do Confronto de Titãs[]

Mikasa, Eren e os outros membros da Tropa de Exploração chegam para resgatar Reiner e os outros dos Titãs. Ela estava entre os outros que sabiam que o verdadeiro nome de Christa é Historia. Mikasa fica revoltada quando ela escuta Reiner confessar que ele e Bertholdt foram responsáveis pelo ataque a Muralha de Maria, 5 anos atrás e queriam que Eren se juntasse a eles. Ela os pega de surpresa atacando-os e dizendo para Eren fugir. Como Eren luta com Reiner, Mikasa encara seus próprios problemas e arrependimentos não cortando ambas as mãos de Bertholdt quando ela teve a chance. Durante a luta com Reiner, ela viu Eren em perigo e tentou tirá-lo da luta. Contudo, devido a espessura da armadura, Mikasa teve um momento difícil cortando a nuca de Reiner.

Durante o flashback, Mikasa pede a Annie para ensiná-la um movimento que ela estava ensinando a Eren, o que acaba gerando uma aposta do 104º Esquadrão de Recrutas para ver quem era a lutadora mais forte. No fim, Armin percebeu um ponto fraco na linha de defesa de Reiner na qual sua armadura esta quebrando e da um conjunto de lâminas extras para substituir as dela. Aproveitando-se da informação, ela cortou-o na parte de trás dos tampões do joelho e este acabou sendo seu ponto fraco.

No Cp. 45, Mikasa, junto com Hange e os outros da Tropa de Exploração são atingidos pela explosão de calor da forma Titã de Bertholdt. Enquanto Armin ajuda-os a se recuperar, ele conta as notícias que ela temia ouvir: Eren junto com Ymir foram sequestrados por Reiner e Bertholdt. Pegando o cachecol que ele da a ela, Mikasa cobre seu rosto e pergunta porque Eren sempre foge daquele jeito. Quando ela lutou anteriormente com Annie em sua forma Titã, Mikasa e Levi foram capazes de recuperá-lo. Desta vezm ela sente como se tivesse falhado em manter a promessa de sua mãe adotiva de sempre protegê-lo e chorou. Quando Armin tenta consolá-la, Hannes chega para distribuir rações para a Tropa. Ele foi quem lembra-a que apesar de sempre estar fugindo daquele jeito e perder brigas com frequencia, ele nunca desistiu deles. Até mesmo quando todas as chances estavam contra ele e apesar dele não estar disposto a admiti-lo, Hannes sempre soube que Eren contava tanto com Mikasa quanto com Armin quando ele precisava deles. Suas palavras e sua assistência revigoraram-nos e os deixaram mais determinados a resgatar Eren. Mikasa abaixou seu cachecol e começou a comer. Sentindo a mesma sensação que Historia tem em querer resgatar Ymir, ela toma sua posição com a Divisão de Reconhecimento

Habilidades[]

Mesmo em sua juventude, Mikasa tem sido uma lutadora talentosa, muitas vezes atacando garotos maiores do que ela com facilidade, ganhando sua reputação. Um exemplo disto é quando Armin estava sendo intimidado e Eren veio em seu socorro. Os meninos preparavam-se para pegar Eren quando viram Mikasa atrás deles e logo fugiram. Enquanto ela ainda estava treinando, Keith até notou que seu desemprenho é exemplar em todos os aspectos e que ela é realmente um gênio. Combinado com sua habilidade prodigiosa com o Dispositivo de Movimento Tridimensional, ela pode facilmente derrubar Titãs com rapidez e eficiência. Isso levou-a a ser mencionada como um gênio muitas vezes e como tendo o "valor de cem soldados comuns". Isto foi provado quando ela enfrentou Annie em sua forma Titã.

Estatísticas de Mikasa Ackerman [1]:

Combate
10/10
Iniciativa
9/10
Juízo
8/10
Trabalho em equipe
6/10
Amor pela família
10/10

Relacionamentos[]

  • Eren Yeager: Entre todos, é o relacionamento mais forte que Mikasa possui. Desde que foi salva e acolhida pela família Yeager, Mikasa é extremamente grata a Eren por ele ter salvado sua vida e lhe dado novo propósito. Mesmo depois da queda da muralha Maria, que trouxe o desaparecimento do pai de Eren e a morte de sua mãe, Mikasa continuou do lado de Eren e Armin, sempre pronta para defendê-los. O relacionamento entre os dois se desenvolve no decorrer da história e há indícios de que o amor fraternal que ela possuía evoluiu para um outro tipo de amor. Mikasa é geralmente calma, mas essa postura se desfaz quando Eren está em perigo, tornando-a impulsiva e fazendo-a tomar atitudes precipitadas, o que inclusive gerou conflitos com o capitão Levi. No entanto, após a luta contra a Titã Fêmea, Mikasa se torna um pouco mais madura em relação à perda de Eren e tenta se focar na situação em geral. Após o confronto de Eren com o Titã Colossal e o Titã Blindado, Eren é dado como desaparecido e Mikasa, ferida devido à batalha, se desespera ao acordar e ser informada sobre a situação . Nesse momento, ela revela que tudo que ela sempre quis foi estar ao seu lado, mas sempre há algo que os separa.

Referências[]

  1. Attack on Titan Guidebook (p. 36)
Advertisement