Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki
Quote1 Não fiz nada de que possa me orgulhar... apesar do que minha consciência me disse... eu instruí crianças a agir no melhor interesse de um país. Eu ordenei que destruíssem as Muralhas. Eu finalmente percebi... o quão feliz eu teria ficado... se apenas aquelas crianças pudessem ter uma vida normal Quote2
— Os últimos arrependimentos de Magath[1]


Theo Magath (テオ・マガト Teo Magato?) era o general (元帥 Gensui?) dos militares Marleyanos,[3] sucessor do General Calvi com o apoio de Willy Tybur e do partido governamental de Marley.[4]

Anteriormente um comandante (隊長 Taichō?) da unidade Eldiana do exército de Marley,[2] e antes de um dos principais superintendentes dos Guerreiros candidatos durante o treinamento,[5] ele mais tarde liderou os Guerreiros Eldianos na Guerra do Médio Oriente de Marley contra as Forças Aliadas do Médio Oriente, desempenhando um papel fundamental na vitória de Marley.

Aparência[]

Magath era um homem mais velho com olhos claros e barba rala, bigode e cabelo ralo curto. Ele tinha rugas visíveis devido à idade, mas uma constituição e aparência geral saudáveis. Como seus colegas soldados, ele usava o uniforme padrão dos soldados Marleyanos, consistindo em uma jaqueta leve e calças com um clipe preto na gola, mochilas de suprimentos no quadril, alças de suspensório, um capacete com uma faixa preta em volta e botas de combate altas.

Personalidade[]

Theo Magath era extremamente zeloso, e a maior parte de sua personalidade e escolhas giravam em torno do que ele acreditava ser seu dever como soldado de Marley. Mesmo que ele, como um Marleyano típico, tivesse preconceito contra os Eldianos, valorizando as vidas dos Marleyanos acima dos Eldianos e se irritando quando alguém questionava suas ordens,[6] ele estava disposto a colocar sua opinião aparte e deixe os Eldianos sob seu comando falarem, caso eles possam ter algo útil para adicionar à situação atual, como Colt Grice e Zeke Yeager.

Ele prontamente aceitou Willy Tybur, um Eldiano, como seu superior após descobrir isso, e aceitou o fato de que em breve herdará o papel de general do exército de Marley, mais por um senso de dever ao comandante e à pátria do que desejo pessoal, embora Willy o tivesse apresentado como uma oferta em vez de uma ordem. Ele ainda afirma que o exército não pertence a ele, mas à própria nação.

Muitas de suas decisões o fizeram parecer que considerava os Eldianos sob ele como peões dispensáveis e indiferentes a suas vidas, como decidir sacrificar 800 soldados Eldianos para destruir a artilharia anti-Titã, enquanto mantinha dois detentores do poder dos Titãs e dos candidatos a Guerreiro a salvo.[7] No entanto, ele seguiu esse curso de ação porque é mais benéfico para Marley, pois ele queria manter os candidatos a Guerreiro a salvo, deixando eles fora de perigo, já que a maior parte do poder de sua nação vem dos Titãs, estando cientes da superioridade tecnológica das outras nações. Comparado a outros Marleyanos, ele era bastante tolerante com os Eldianos, disposto a ouvi-los falar, não parecia ser físico com eles,[8] e até mesmo mostrou uma preocupação genuína não presente em outros Marleyanos, notado ao desejar um retorno seguro aos Guerreiros que estavam partindo para a Operação Ilha Paradis.[9] Apesar disso, Magath continuou a ver os Eldianos em Paradis como inimigos de Marley e Em geral, os idosos são cidadãos de classe baixa até logo após o Estrondo ocorrer. Ele ainda desejava salvar Marley, mas reconheceu que os crimes do antigo Império Eldiano não deveriam ser impostos àqueles que viviam atualmente na ilha.[10]

Magath provou ser um indivíduo muito astuto e perspicaz, conseguindo descobrir que a família Tybur estava governando Marley secretamente e vendo através dos enganos do país nas várias formas de propaganda. Ele também falou com um certo nível de sagacidade seca, afirmando a Willy Tybur que a estátua de Helos era o verdadeiro espírito de Marley, por ser completamente oca.[11]

Referências[]

  1. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 129 (p. 43)
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 Attack on Titan Character Encyclopedia (p. 129)
  3. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 117 (p. 18)
  4. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 100 (p. 3)
  5. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 94 (p. 30 & 40)
  6. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 91 (p. 8)
  7. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 91 (p. 26 - 27)
  8. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 91 (p. 20 - 26)
  9. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 95 (p. 39)
  10. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 128
  11. Ataque dos Titãs mangá: Capítulo 97 (p. 38)
Advertisement