Attack on Titan Wiki

FandomDesktop

Com a chegada do FandomDesktop ontem, muitos de vocês que optaram por começar agora a usar ela, podem perceber que a wiki tá meio estranha, e realmente está, estou trabalhando para resolver isso, por isso, peço paciência. Obrigado.

Leia mais sobre a FandomDesktop aqui.

E a wiki terá uma drástica mudança de aparência, por isso não estou tão ativo como eu era antes, obrigado novamente pelo seu tempo!

LEIA MAIS

Attack on Titan Wiki
Advertisement
Attack on Titan Wiki
  • Manga
  • Anime
  • Junior High/High School manga
  • Spoof on Titan manga
  • Chibi Theater anime
  • Junior High anime
Artigo
Galeria
Quote1 Não fique tão envergonhado. Você não é o único. Quote2
—  Thomas decide se juntar ao Reconhecimento.[1]

Thomas Wagner (トーマス・ワグナー Tōmasu Wagunā?) era um graduado do 104º Esquadrão de Cadetes que lutou durante a batalha pelo Distrito de Trost o seu esquadrão foi designado para dar suporte para linha de frente após o segundo ataque do Titã Colossal.[4]

Aparência[]

Thomas tinha cabelo loiro com costeletas pronunciadas, olhos castanhos claros e geralmente era visto vestindo o uniforme padrão de cadete ou traje casual simples quando fora do serviço.[1]

Personalidade[]

Thomas estava inicialmente bastante pessimista sobre derrotar os Titãs, acreditando que a humanidade no final das contas não tem chance, mas ele mudaria mais tarde sua maneira de pensar depois de ouvir um discurso inspirador de Eren.[1] Como cadete, Thomas admitiu ainda ser um pouco covarde, pois estava com muito medo para agir imediatamente ao encontrar o Titã Colossal pela primeira vez.[4] Apesar disso, Thomas também era uma espécie de líder, reunindo sua equipe para transformar sua primeira batalha em uma competição de caça, apesar da incerteza inerente.[4]

Enredo[]

Arco do Retorno da Humanidade[]

Na primeira noite de seu tempo no 104º Esquadrão de Cadetes, Thomas e seus colegas cadetes inundam Eren Jaeger com perguntas sobre a queda da Muralha Maria depois de saber que ele é um sobrevivente do distrito de Shiganshina.

Quando Eren refaz seu teste de aptidão no equipamento de mobilidade tridimensional, Thomas é encarregado de operar o equipamento de treinamento para o teste. Eren falha novamente, e o Instrutor Sadies ordena a Thomas troque de equipamento com ele, revelando que há um defeito no de Eren.[5]

Distress[]

No ano de 848, Thomas é colocado no comando de um grupo de cadetes em uma caçada na selva para se sustentar em tempos de paz. Quando é descoberto que o DMT do grupo foi roubado por um bando de ladrões, Thomas sugere retornar ao campo de treinamento para alertar Sadies, antes de concordar com o plano de Reiner para acelerar sua missão a fim de alertar o grupo de Marco Bodt sobre os ladrões.

No dia seguinte, Thomas e seu grupo encontram o grupo de Marco, que estavam enfrentando os sequestradores, e os ajudam a desarmar os homens restantes.[6]

A Sudden Visitor: The Torturous Curse of Adolescence[]

No ano de 849, enquanto o Esquadrão de Cadetes está realizando uma missão de defesa simulada em Trost, Thomas aproveita a oportunidade para visitar sua família.[3]

Thomas says humanity cannot beat the Titans

Thomas diz que a humanidade não pode vencer os Titãs

Depois de se formar, Thomas questiona Eren sobre onde ele se inscreverá. Thomas argumenta que é inútil tentar lutar contra os Titãs no Reconhecimento, mas Eren responde que qualquer nova informação obtida na batalha contra os Titãs levará a mais esperança para a humanidade.

No dia seguinte, o esquadrão de Thomas é designado para limpar os canhões no topo da Muralha Rose. Enquanto eles estavam trabalhando, Thomas revela a Eren que suas palavras na noite anterior inspiraram muitos de seus colegas cadetes a considerarem se juntar ao Reconhecimento. A conversa é interrompida por Sasha Braus, que revela ter roubado carne da sala dos oficiais. Apesar de algumas reservas, Thomas concorda em participar, celebrando a ideia de retomar a Muralha Maria em breve.

Suas festividades são interrompidas quando o Titã Colossal aparece fora do Distrito de Trost, derrubando-os da Muralha com uma explosão de vapor. Eren ordena que eles ataquem o Titã Colossal, mas Thomas e seus companheiros estão chocados demais para reagir imediatamente. O Titã escapa, mas Thomas elogia Eren por tentar lutar contra ele.[1]

Arco da Batalha por Trost  []

Thomas' demise

Thomas é pego por um titã

Thomas é designado para dar suporte a linha de frente junto de Eren, Armin Arlert, Milieus Zeremski, Nack Tierce e Mina Carolina. Ele sugere que eles façam uma competição para ver quem pode matar mais titãs.[4] Percebendo uma quantidade alarmante de Titãs no local, o esquadrão começa a avançar, mas é pego de surpresa por um Titã anormal que pega Thomas em sua boca e o engole inteiro.[4]

Armin mais tarde relataria sua morte aos membros restantes do 104º Esquadrão de Cadetes, dizendo que ele morreu valentemente no cumprimento do dever.[7]

Legado[]

Arco do Governo Real[]

Ao falar com Historia Reiss sob a Capela Subterrânea, Eren menciona Thomas como uma das vítimas que ele e Grisha Jaeger são responsáveis por matar ao roubar o poder do Titã Fundador.[8]

Durante a festa do Reconhecimento antes da missão de retomar a Muralha Maria, Eren se lembra de Thomas na época em que Sasha roubava carne.[9]


Referências[]

Navegação[]

Advertisement